O sutiã de R$ 5 milhões

 

A moda passa e tudo se transforma, é o caso da evolução das vestimentas femininas, o primeiro registro da preocupação da mulher em cobrir os seios aconteceu entre os séculos 3 e 4 antes de cristo. As primeiras calcinhas surgiram em 1800, as mulheres usavam calças dos homens na parte de baixo que ia até o tornozelo e no meio da peça tinha uma fenda para atender as necessidades fisiológicas, as senhoras utilizavam a calça intima de três semanas até três meses.

Definitivamente a lingerie hoje  é componente da sensualidade da mulher, da necessidade ao luxo. Veja a evolução através das fotos e do vídeo abaixo

Apenas espartilho e saia

  

Amarrava-se em volta da cintura bolsos suspensos, que eram acessados através de fendas laterais no vestido ou anágua. E vestia-se coletes de lã sobre o espartilho, assim como saias acolchoadas nos climas frios do norte da Europa e América.

O primeiro sutiã

O primeiro protótipo do sutiã foi patenteado por Henry Lesher de Nova York
A peça tinha escudos para absorver a transpiração e almofadas infláveis construídos, para  quando uma mama fosse maior do que a outra.

Evolução da lingerie 1900-1950

Madonna e uma nova tendência

 

Sutiã de Madonna bala se tornou uma sensação de sua turnê Blond Ambition.
O sutiã cone pontiagudo desenhado por Jean Paul Gaultier e baseado em uma couraça antiga usado por soldados italianos mais tarde foi vendido por £ 14.100 no leilão. Madonna fez este projeto ousado famoso e levou roupas íntimas para as ruas.

Desfile da Victoria Secret em 2012

No desfile da Victoria Secret, no dia sete de novembro, a modelo Alessandra Ambrosio desfilou usando um sutiã de R$ 5 milhões, feito de safiras, ametistas, rubis, diamantes, complementado por um cinto de 5200 pedras preciosas e com um diamante central de 20 quilates.

 

Comente com sua conta do Facebook

Posted in:

Deixe uma resposta